expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quinta-feira, maio 28, 2009

PSD denuncia “falta de oferta” no ensino profissional para a Graciosa

No Acores.net:

O PSD/Açores quer saber que razões levaram à abertura “de apenas um único curso orientado para a via profissional, na ilha Graciosa, para o ano lectivo de 2009/2010, conforme o mapa da oferta formativa recentemente publicado”, indagando os responsáveis da tutela “se acaso a Graciosa estará suficientemente abrangida pela oferta ao nível da área profissionalizante”, um assunto que motivou um requerimento do parlamentar João Bruto da Costa.

“O ensino profissional e a via profissionalizante têm sido apresentados pelo governo como apostas fortes, apesar de nem sempre as políticas salvaguardarem a saída profissional dos formandos, o que vai resultando em recorrentes anúncios de muita e variada formação profissional”, diz o deputado, para quem, “na Graciosa, a abertura de cursos profissionais tem levado a processos marcados por “trapalhadas”, que resultam de políticas desgarradas e inconsequentes, onde a comunicação entre os diferentes departamentos da tutela resulta em inúmeros monólogos e, raramente, num diálogo profícuo e orientado para o sucesso da aposta naquela via de ensino”, explica.

Conhecida a oferta formativa nestas áreas para a ilha Graciosa no próximo ano lectivo, “constata-se que apenas está prevista a abertura de um curso profissionalmente qualificante, na área da produção agrícola, a que corresponde uma formação de nível I”, diz João Bruto da Costa, “não se compreendendo a falta de outros cursos ou alternativas para seguir a via profissional por parte dos jovens graciosenses que se verão, assim, obrigados a procurar outras paragens, caso pretendam seguir a via de ensino”, argumenta.

O deputado do PSD alerta também o governo “para a dificuldade de constituir turmas completas em diferentes áreas de ensino profissional”, querendo saber das entidades oficiais se, “com esse obstáculo, se poderá inviabilizar a abertura de outros cursos e formações”, pois seria urgente que “o governo atendesse à realidade da Graciosa possibilitando a diversificação da oferta formativa em áreas carenciadas na ilha”, explica, sendo que quer dados sobre “algum estudo do mercado de trabalho, que tenha sido feito na ilha, com vista a conhecer as suas carências ou as melhores oportunidades”.

Também patente no documento enviado à assembleia está a preocupação com o ensino em regime pós-laboral, cuja necessidade “se vai sentindo, com alguma intensidade, na Graciosa”, diz o deputado, que quer saber “se o governo está consciente desse necessidade, e se pretende a sua abertura no próximo ano lectivo”, uma vez que “seria uma forma de dar resposta a quem anseia melhorar as suas qualificações, podendo assim ambicionar a outra progressão profissional”, questões ainda mais “pertinentes, tratando-se de uma ilha em processo acelerado de desertificação humana, situação que o Governo tarda em combater”, conclui João Bruto da Costa.

ANEXO:
Oferta Formativa


Ensino Regular. PROFIJ I, II




Profissional

Sem comentários: