expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Magalhães

O PSD decidiu avançar, na Assembleia da República, com uma Comissão de Inquérito ao milionário negócio dos computadores Magalhães.
A iniciativa faz, cada vez mais, sentido e convém conhecer todos os contornos desta medida para que se saiba o porquê de optar por uma máquina fraquinha e com utilidade duvidosa.
Dir-me-ão que será a única forma de muitas crianças terem um primeiro e duradouro contacto com um computador, ainda para mais portátil. Concordo!
A aquisição de competências nas novas tecnologias desde tenra idade é bem-vinda. Contudo, parece-me que as intenções ficaram pela rama. Não revelam resultados significativos e não há um acompanhamento efectivo dos estudantes na utilização do computador. Para além de todas as deficiências deste programa, que vão da má ou inexistente assistência técnica ao deficiente cumprimento do contratado, por exemplo com a não entrega de acessos à internet. Este portátil de 1º ciclo não passa de uma ferramenta rudimentar e pouco fiável.
O hardware deixa muito a desejar, sem saída de vídeo, sem leitor de CD/DVD, e com um disco rígido sem espaço. Aliás, o espaço de disco rígido foi cortado pela metade com a inclusão de dois sistemas operativos que, sendo uma opção louvável para iniciar as crianças em ambientes de software livre como o caso da Caixa Mágica, esse passo não foi acompanhado pela máquina que se arrasta nas execuções de processos.
Quaisquer actualizações de software, tanto em ambiente Windows como no Caixa Mágica, leva as crianças ao desespero de não ter onde guardar os seus documentos mais pesados ou os PowerPoints mais elaborados.
E se há já crianças do 1º ciclo que "brincam" com estes programas com facilidade, fica também a certeza de que se estão a dar "brinquedos" a quem pode ver-se exposto a riscos com os quais ainda não aprendeu a lidar.
São já conhecidos casos de acesso a pornografia sendo incompreensível que se dê livre acesso à palavra passe através de uma simples busca na net!
Por outro lado, não houve um verdadeiro programa de introdução e desenvolvimento destas novas competências. Programa esse que levasse às crianças os saberes necessários para lidar com as realidades emergentes no acesso ao mundo virtual.
Não só não se ensina às crianças como utilizar bem o computador, como não se alerta para os riscos.
Em Inglaterra tornaram-se obrigatórias aulas de segurança na internet a partir dos 5 anos, na Graciosa as aulas de apoio em Tecnologias de Informação e Comunicação acabaram para o primeiro ciclo (pelo menos).
Vá-se lá perceber!
Entregaram os computadores e agora.... desenrasquem-se!

Publicado no Diário Insular de Terça-feira 15/12/2009

Sem comentários: