expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

terça-feira, março 16, 2010

Faça-se RIAC ... na Luz

Completa-se este mês um ano desde que, através de um requerimento dirigido à Assembleia Legislativa Regional, questionei o Governo sobre os porquês da não instalação de um posto da RIAC na Freguesia de Nossa Senhora da Luz, na Graciosa.
Até à presente data o Governo Regional nada disse. Numa atitude a que já habituou os Açorianos, não assume a verticalidade democrática que se impõe nos diálogos com as oposições e com quem, legitimamente, representa a vontade popular.
Com a criação de postos da Rede Integrada de Apoio ao Cidadão, o Governo Regional prometeu a sua expansão, numa lógica associada a uma política de proximidade, com a vontade declarada de prestar serviços próximos dos cidadãos e associando essa proximidade à comodidade, à rapidez e à qualidade.
Como é do conhecimento geral, a freguesia de Nossa Senhora da Luz situa-se no extremo sudoeste da ilha Graciosa. É uma freguesia que tem uma população bastante envelhecida e é a que mais distante fica da sede do Concelho.
Ora, no caso da freguesia de Nossa Senhora da Luz, todos os pressupostos associados à criação de postos da RIAC para melhor servir as populações, caem pela base, pois não se verifica a correspondente aposta na instalação de um serviço de que todos os Açorianos devem poder beneficiar, sobretudo quando se trata de uma população idosa e, como tal, com necessidade de uma maior atenção.
Já em Agosto de 2007, a Junta de Freguesia fazia notar ao Governo Regional a necessidade de instalação, naquela Freguesia, de um posto da RIAC. Além disso, aquela Junta de Freguesia e o seu Presidente mostraram, desde logo, ao Governo Regional, a sua inteira disponibilidade para cedência e partilha de espaço na sede da Junta.
Até esta data o Governo Regional tão pouco se dignou dar resposta ao apelo daquela autarquia.
Parece, pois, que sobre este assunto o Governo nada diz, não se compromete, nem se empenha em melhor servir aquela localidade.
Para além da atitude pouco democrática e desrespeitosa, quer para com a população da Luz, quer para com o deputado que solicitou respostas, o Governo está a esquecer o serviço às pessoas e ao seu bem-estar.
Se há população a quem faz falta uma maior proximidade dos serviços disponibilizados pela RIAC essa população é a da freguesia de Nossa Senhora da Luz.
Fica a expectativa que vai além da vontade de uma resposta às simples questões colocadas num requerimento dirigido ao Governo de que, na próxima visita estatutária, tenham a coragem de anunciar a instalação daquele serviço que é de justiça e de coesão.

Publicado no Diário Insular de Terça-feira 16/03/010

1 comentário:

Ultras Luso Canalha 2002 disse...

A Luz desde o 25 de Abril que ficou estagnada. Somos sempre esquecidos pelo Governo e pela Câmara Municipal desde a Revolução dos Cravos