expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

terça-feira, dezembro 07, 2010

Quem não quer ser lobo...

A convulsão política desencadeada pela remuneração compensatória decidida pelo PS nos Açores, com o acordo de PCP, CDS e PPM, é uma machadada política no processo de afirmação da autonomia perante a necessária solidariedade que sempre se reclamou perante a República.
Se muitos comentários primam pela ignorância, num e noutro sentido, a verdade é só uma: a remuneração compensatória para quem trabalha na administração pública regional e ganha entre 1500 e 2200 euros é uma medida que gera desigualdades e assume certos Açorianos como de primeira e outros de segunda.
É bom recordar que os Açorianos que trabalham nas finanças, nas autarquias, na polícia e na GNR, nos tribunais e nas conservatórias, são Açorianos, vivem a Açorianidade, aqui nasceram e cresceram, aqui têm raízes e aqui criam os seus filhos, aqui pagam impostos e aqui vivem com as mesmas dificuldades dos demais. Mas, na verdade, não gozam desta remuneração compensatória que apenas se aplica aos que estão na alçada da administração regional.
Por essa razão o PSD não podia apoiar esta medida e propôs, como alternativa e verdadeiro apoio às famílias (a todas), que a região fizesse uso das prerrogativas que tem na lei de finanças regionais, estabelecendo em 30% a redução do IRS até ao 4º escalão.
Significaria isso que quem ganha menos do que 41 mil euros por ano veria as medidas de austeridade serem menos severas, isso sim, fazendo justiça para com uma região que, por via das circunstâncias, merece o tratamento especial que está consagrado na legislação.
Tratava-se de defender os Açorianos por igual, e na medida do possível, do preço a pagar pelos erros da (des)governação socialista.
Ao preferir o caminho da discriminação negativa de muitos Açorianos, ao afrontar a solidariedade nacional e ao pôr em causa esses conceitos, os Socialistas dos Açores e o seu insubstituível líder geraram a incompreensão do país.
De nada servirá a justificação dos poderes autonómicos, porque não é disso que se trata. De nada servirá o desfraldar do anti-centralismo, porque os Açorianos que não beneficiarão desta remuneração compensatória não podem ser ignorados nem discriminados perante os seus pares.
Mais uma vez, fica a descoberto que um Governo e uma maioria arrogantes não servem o interesse geral. Mais uma vez fica demonstrado que essa arrogância só serve para censurar a razão a quem a tem, apenas e só porque essa razão é a do maior partido da oposição. Mais uma vez, fica demonstrado que através da proposta de melhoria do sistema fiscal se podia, de facto, apoiar as famílias e os Açorianos por igual.

Publicado no Diário Insular e Rádio Graciosa 07/12/2010

1 comentário:

Anónimo disse...

Recrutamento de Médicos Especialistas em Psiquiatria - Urgente

A morecare é uma empresa especializada no desenvolvimento de projectos de recrutamento, selecção e outsourcing na área da saúde.
Procuramos dar resposta às necessidades dos nossos clientes, instituições de saúde públicas ou privadas, optimizando e rentabilizando os Recursos Humanos, garantindo uma gestão eficiente.

No momento procuramos Médicos Especialistas em Psiquiatria para prestação de serviços em unidade hospitalar nossa cliente nos Açores.

Ofereçe-se:
. Condições Salariais atractivas;
. Viatura, Viagem e Alojamento a cargo da empresa.

Caso tenha interesse e disponibilidade para este projecto, contacte-nos através do número: 925781674 ou do email morecare@morecare.pt.

POUPANÇA?