expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quinta-feira, julho 19, 2012

O PS desistiu de defender os Açores!

Não tenho ideia de alguma vez a data das eleições ser polémica. Confesso que não sei se em outras ocasiões se gerou algum tipo de discussão sobre o melhor dia para a realização de eleições regionais. Uma coisa é certa: com excepção do ano de 1976 as eleições realizaram-se sempre no mês de Outubro, quer mais no inicio quer mais para o final.
Este ano parece que há um facto que divide as opiniões sobre a data mais adequada para as eleições regionais. E esse facto chama-se: "Orçamento de Estado para 2013".
Para o PSD e para a sua candidata Berta Cabral é importante que exista um governo escolhido nos Açores que possa ter um papel activo importante na negociação com o Governo da República relativamente às opções do Orçamento de Estado na sua relação com a Região.
Já para o PS, é mais importante que se conheça o Orçamento de Estado antes dos Açorianos escolherem o seu Governo.
Esta opção do PS, esta sua opinião e esta justificação para querer eleições o mais tarde possível é absolutamente incompreensível.
Até parece que nos Açores quem vai a votos é o Governo da República e o seu orçamento para 2013!
Há uma grande desorientação, e uma maior falta de sentido de Estado nesta justificação socialista para a escolha da data de eleições. E a explicação é simples: O PS não quer discutir os Açores e os graves problemas da Região. O PS acha que, quanto pior para os Açores forem as transferências da república mais ganhos políticos pode obter com isso. Se havia dúvidas de que o PS Açores já só pensa em ter alguma simpatia eleitoral por fazer oposição ao Governo da República, essas dúvidas desapareceram com esta sua opção e justificação.
Aliás, com esta atitude o PS Açores demonstra que estarão até dispostos em não defender os interesses dos Açores nas reivindicações referentes ao Orçamento de Estado e às transferências do continente para a região para, com isso, poderem obter mais discurso de guerrilha e fazer oposição ao PSD.
Para o PS quanto pior, melhor!
É o total desespero do PS Açores que vê, cada vez mais como um dado adquirido, a mudança que irá ocorrer e, por isso, lançam mão de todas as armas, nem que isso crie mais dificuldades aos Açorianos.
É importante que o futuro Governo tenha um verdadeiro sentido de dever no exercício da governação nos tempos difíceis que atravessamos. E por essa razão devemos eleger quem esteja motivado para defender os Açores mais do que para defender os interesses partidários.
Mais uma vez o PS Açores mostrou que deixou de ser parte da solução, para ser parte do problema!

Sem comentários: