expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quinta-feira, setembro 13, 2012

Das palavras aos actos!

Em Novembro de 2011, na discussão e votação do Plano e Orçamento para este ano de 2012, o PSD apresentou uma proposta de alteração que visava o aumento do chamado "cheque pequenino".
Não era um grande aumento, mas propunha-se que se aumentasse aquele apoio social em 10 euros mensais quando o PS e o seu Governo propunham um aumento de apenas 4 euros e meio!
Para o PSD Açores era óbvio e notório que num momento de crise como o que atravessamos, são os mais frágeis que mais sofrem e que maiores dificuldades sentem. Nesse sentido tivemos oportunidade de argumentar que o aumento que propusemos para o "cheque pequenino", que se dirige aos idosos, implicava um pequeno esforço orçamental mas que muito significava para aqueles que menos têm.
E a verdade é que a proposta apresentada pelo PSD Açores implicava um reforço de verba para apoiar os nossos idosos em 2,4 milhões de euros.
Contudo, o PS e o seu Governo chumbaram este aumento do "cheque pequenino"!
É por essa razão que por vezes fico surpreendido com as mentiras que vou ouvindo quanto a um futuro governo do PSD e de Berta Cabral quanto às preocupações e às medidas para este apoio social.
Andam por aí umas pessoas a lançar o medo e a mentira sobre a posição do PSD Açores acerca do "cheque pequenino", e a candidata Berta Cabral já por diversas ocasiões desmentiu esses verdadeiros mentirosos.
E a verdade é que quando o PSD se colocou do lado daqueles que mais precisam e propôs um pequeno esforço de pouco mais de 2 milhões de euros, foi o PS que assim não quis e preferiu destinar as verbas do orçamento regional para outras coisas. Na altura, demos como exemplo os gastos deste governo com os jardins e palácios para o qual o PS reservou uma verba de 2,1 milhões de euros e que dava para melhorar bastante o apoio aos nossos idosos.
Ou seja, apesar de os do costume andarem por aí a dizer que são eles que mais se preocupam com os que mais sofrem, quando são chamados a pôr em prática essa preocupação escolhem sempre outro caminho. No fundo, o que o PSD propôs de aumento do "cheque pequenino" e que o PS recusou foi mais ou menos o mesmo que se vai gastar com a obra da Praça na Graciosa!
É importante que todos saibam estas verdades para que não se deixem enredar nas políticas de medo e de mentira que se vão dizendo por aí.
No futuro, e tal como já foi várias vezes afirmado por Berta Cabral, o Governo por si liderado será o que terá melhores condições para reforçar o apoio aos idosos e aumentar o "cheque pequenino", até porque o PSD Açores não assinou nem se comprometeu com o memorando de assistência que o PS veio agora impor aos açorianos.

Sem comentários: