expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quarta-feira, dezembro 04, 2013

A Graciosa não pode continuar à espera!

(artigo de opinião publicado hoje no Diário Insular e Rádio Graciosa) 

A Graciosa tem passado ao lado dos indicadores positivos dos Açores, em termos de turismo, neste ano de 2013.

A Graciosa apresenta uma quebra de dormidas de 32%, até Setembro.

Este facto não pode deixar de ser analisado à luz dos acontecimentos que marcaram o ano Graciosense e o que vem sendo a realidade dos últimos anos.

Em Janeiro de 2012, o então Secretário da Economia, Vasco Cordeiro, anunciava uma promoção da Graciosa no mercado interno.

Nesse ano, o número de dormidas caiu na Graciosa 15,5%.  O que torna ainda mais grave a situação deste ano, já que a quebra de 32% é em cima de uma quebra de 15,5%.

No final de 2012, aquando da discussão do programa de Governo na Assembleia Legislativa da RAA, questionei o novo Secretário da Economia, do Governo liderado pelo mesmo Vasco Cordeiro, e aquele comprometeu-se em melhorar os horários e frequências de voos para a Graciosa.

O resultado de um compromisso assumido e não cumprido não podia ser pior!

A culpa, dizem agora estes governantes, é dos outros, neste caso, ao que parece, a culpa é do INATEL ter deixado de mandar pessoas passar uns dias à Graciosa!

Então, impõe-se questionar se a estratégia de turismo na Graciosa é tornar a oferta dependente de uma única instituição como o INATEL. Sendo assim, então, estamos conversados quanto a estratégia para o turismo.

A somar a esta falta de visão e de estratégia para uma ilha que tem muito mais para oferecer do que uns dias de descanso a uma única instituição, temos o que se passou com a história, muito mal contada, das Termas do Carapacho.

Uma obra de milhões que levou a que as Termas tivessem de ser encerradas, em vésperas de verão, prejudicando a imagem do destino e levando a que se provocassem danos que levarão muitos anos a fazer esquecer, tal a incompetência com que este assunto foi tratado.

Depois do PS ter dado cabo da Praia da Graciosa, depois de ter dado cabo das Termas do Carapacho, depois de reduzirem o número de voos para a Graciosa (e não fosse uma denúncia do PSD Graciosa até o 2º voo de quarta-feira tinha acabado este inverno), depois de não cumprirem as promessas de melhores horários e melhores frequências de viagens aéreas e marítimas, o resultado tinha de ser este. O pior possível.

Os Graciosenses não merecem que só se lembrem da ilha quando há eleições. A ilha Graciosa precisa, urgentemente, de um olhar atento para acabar com a saída dos seus jovens. Se estão tão preocupados com os jovens de outras paragens que têm que sair da sua terra para viver, olhem mas é para a ilha Graciosa que não pode continuar à espera!

Sem comentários: