expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quarta-feira, setembro 15, 2010

Praça de polémicas

Na ilha Graciosa, o verão ficou marcado pela polémica em torno das alterações realizadas na Praça de Santa Cruz.
A colocação de esplanadas (3) no seu interior foi assunto de discussões e opiniões várias. E se era mais consensual a necessidade de retirar as esplanadas existentes das vias públicas, a construção das novas esplanadas exacerbou paixões e levou a que muitos se mostrem descontentes pelas soluções encontradas.
A Praça de Santa Cruz, sala de visitas da Vila, tem sido, ao longo dos tempos, marcada pelos mais variados elogios de quantos aqui aportam e de quantos dela desfrutam. Um espaço amplo e agradável, é por muitos considerada uma das mais bonitas Praças dos Açores.
Este antigo Rossio é um dos ex-líbris da Vila Graciosense que, a par dos Pauis, é postal de um conjunto classificado de interesse público.
As opções de quem gere a autarquia certamente que são legítimas do ponto de vista das competências legais e mais ainda o seriam se, aquando da respectiva eleição, o assunto tivesse sido discutido. Mas quando se opta por alterar de forma tão substancial algo que é parte integrante da memória colectiva de um povo, nunca é demais pedir que ocorra um debate profundo e esclarecedor para que, aparte dos gostos e das polémicas, a população se pronuncie, convenientemente, dando o seu veredicto democrático.
A actual maioria camarária não se cansa de repetir que o projecto do seu presidente foi objecto de uma sessão pública onde foram expostas as intenções e discutidas as decisões.
Essa já afamada sessão de apresentação do projecto de requalificação da Praça contou com cerca de 20 pessoas, incluindo o staff do gabinete do Presidente da Câmara e respectivos vereadores da maioria!
Toda a discussão sobre as intenções apresentadas tem passado pelos habituais locais de encontro dos Graciosenses.
E se a instalação de esplanadas no interior da Praça já era polémica, a sua implantação, em clara dissonância com o conjunto arquitectónico existente e até em dissonância de volume com os desenhos apresentados pelo presidente da edilidade gerou grande descontentamento em muitos graciosenses, a declarada intenção de demolir o actual Coreto, também conhecido por "açucareiro", e a intenção apresentada para sua substituição, tem sido, desde o início desta discussão, o ponto que mais divide opiniões e que maiores paixões alimenta.
Sobre essa intenção de demolição não pode deixar de se devolver a palavra aos Graciosenses, para que a democracia tenha significado prático, e a opinião maioritária possa prevalecer perante quaisquer polémicas entretanto geradas.

3 comentários:

Anónimo disse...

Acho muito bem,que se ouça a voz do povo desta Ilha,já chega de fazer asneiras e destruir a Ilha...!

Anónimo disse...

Admira-me muito o sr.presidente,sendo ele um homem com um curso de história,querer desfazer-se da mesma,uma vez que considero a nossa praça já com alguma história...mas ele prefere as histórias da carochinha,joão ratão e da vidas dos outros...ahahahah
pobre Ilha graciosa...!
Está condenada,e eu que acreditava que podia-mos mudar...

Anónimo disse...

Eu ainda vou mais longe. Estive recentemente no Dubai e sai de lá encantado! Porque não se cobre toda a ilha com cimento e betão e depois constrói-se um grande centro comercial com ligação directa à Terceira!? Ou um aeroporto...com iluminação na pista...nem que seja com uns quantos petromax...