expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quinta-feira, novembro 04, 2010

Culpados!

No próximo ano os Açorianos irão sentir em força uma crise que nos tornará mais pobres e mais distantes do prometido desenvolvimento a níveis europeus.

O Presidente do Governo Regional já veio dar nota dos paliativos que pretende aprovar para reduzir a pobreza dos mais pobres, mas são pequenas quantias que até no orçamento regional são uma migalha se atendermos ao esbanjamento de dinheiros públicos que é já uma marca socialista na governação.

O anunciado aumento de 60 cêntimos mensais no complemento regional de pensão é o resultado da máxima que o PS pratica e que se resume em fazer uma grande festança para comemorar a miséria e com isso dar uma imagem de preocupação social.

Vivemos uma inversão dos mais nobres valores democráticos e não será com a mesma receita de sempre que conseguiremos dar a volta. Aliás, o futuro que o PS prepara para os Açorianos não augura nada de bom. Em breve teremos que lidar com a escassez de recursos comunitários, cansados de sustentar uma governação saloia e marcada pela irresponsabilidade e despesismo.

No fundo, e chegados ao final de muitos milhões investidos pela Europa, conclui-se que não investimos onde deveríamos ter investido. Na verdade, limitámo-nos a gastar onde não deveríamos ter gasto.

Há apenas um ano, em plena crise mundial, os socialistas na República prometiam o fim da crise e gastavam recursos de uma forma que nos coloca na bancarrota. Nos Açores prometia-se que não haveria crise e que estávamos a salvo da austeridade.

Estão à vista os resultados de tanta insensatez e irresponsabilidade só justificadas pela extrema incompetência de quem continua a gastar recursos do Estado como se fossem inesgotáveis. E para os socialistas são mesmo inesgotáveis enquanto houver impostos para cobrar.

Após mais um ano de governação de Sócrates não podíamos estar pior. Não podemos, por isso, deixar de responsabilizar todos aqueles que, com a sua retórica de demagogia, tudo fizeram para eleger o actual primeiro-ministro.

Nos Açores essa responsabilidade é total por parte do PS e do seu presidente Carlos César, a par de todos os responsáveis políticos socialistas que tudo fizeram para eleger o pior Primeiro-Ministro que a democracia portuguesa conheceu. Carlos César usou de todos os meios ao seu dispor para convencer os Açorianos.

É altura de assumirem as suas responsabilidades, é altura de fazerem o "mea culpa" por contribuírem para o actual estado das coisas. Mas mais do que isso, é altura de, democraticamente, apontar o dedo aos culpados para que a memória não se esvaneça e os Açorianos não esqueçam.


Publicado no Diário Insular e Rádio Graciosa

4 comentários:

Anónimo disse...

Foi Carlos César que assinou de cruz a compra de submarinos?

Anónimo disse...

A compra de submarinos foi ideia do gorveno de coligação mais anedótico de toda História democrática portuguesa com paulo portas a ministro da defesa, se não me engano. O bloco central terá de resolver a situação económica péssima em que mergulhámos. Enquanto houver deputados na Assembleia da República com automóveis topo de gama e com os seus respectivos motristas e a ganhar balúrdios às custa dos contribuintes esta situação irá manter-se e piorar drasticamente. Agora o Pedro Passos Coelho que resolva as asneiras do seu partido e do PS dos últimos 20 anos. Estamos mergulhados na crise criada pelo Bloco Central, agora que nos tirem da crise que provocaram.

Anónimo disse...

Não ponham as culpas só aos submarinos que é om mais fácil.
Recuem uns anos e pensem .Portugal é um País MUITO RICO, ora vejam.Um que país paga vencimentos de 60,ooo€ a Admenistradores que nada fazem,e levam éas empresas a dar prejuiz. Reformas de 10.000€ sem nunca trabalharem,pagar para não trabalhar,reformas aos 40 anos é ou não um país rico.Isto é para todos os governos.

Anónimo disse...

Acrise não e dos submarinos,isto já vem de longe.Altos vencimentos acertos srs para nada fazerem, por isso as empresas do estado dão prejuizo,reformas altissimas a certos srs que numca nada fizeram,pagarem para não trabalhrem,reformas aos 40 anos.É só tirar e não por.Por isso tinha que acontecer.Penssem bem.