expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

terça-feira, novembro 02, 2010

Razão no tempo certo

No início de Outubro questionei o Governo (que ainda não respondeu) sobre os horários de inverno da SATA para a Graciosa.





Entretanto, perante as evidências e rendida ao óbvio, a senhora deputada do PS, Vera Bettencourt, acabou hoje por reconhecer a razão das minhas preocupações.
Pena que quando levantei a questão não tivesse feito o comentário que se segue e que, com tantos rodeios, parece que engoliu um grande sapo!



p.s. dois recados:Não fica mal reconhecer a razão a quem a tem & Não devemos esconder o sol com a peneira!
Ah, e já agora, com aviões maiores é natural que haja mais oferta de lugares e mais capacidade de carga!

8 comentários:

Anónimo disse...

A política do sempre do contra já foi ultrapassada. Força Vera, os graciosenses estão contigo.

Vera Bettencourt disse...

Eu partilho as preocupações com todos os Graciosenses, não apenas com o Sr. Deputado.
Conselhos sinceros:não se considere dono das preocupações da Graciosa e não se convença que o mundo gira em torno de si, principalmente no tocante ao nível do seu partido ao nível da Graciosa.

João Bruto da Costa disse...

Cara Srª Deputada.
Apenas notei que há um mês atrás eu já tinha trazido estas preocupações dos voos de inverno da SATA.
Nessa altura ninguém do PS me acompanhou em dar conta do problema.
Agora, apanhar o comboio em andamento é muito mais fácil e muito mais cómodo. Por isso disse que a Srª deputada engoliu um sapo, porque teve de concordar com o que eu disse há um mês atrás. Não se trata de o mundo girar em torno de ninguém, trata-se somente de haver quem pode demonstrar que procura estar a par dos problemas da ilha que o elegeu e não apenas à espera de uma boleia para mostrar preocupação.
Cumprimentos.

Anónimo disse...

Expliquem-me uma coisa. Esses voos todos andam cheios ou vazios?

É que esta coisa de querer aviões toda a hora, a andarem vazios, e os contribuintes a pagar a gasolina e a tripulação, não é para os dias que correm.

João Bruto da Costa disse...

É uma questãode procurar as taxas de ocupação e se calhar vai ficar surpreendido.
Depois tem de ver que maus horários não enchem aviões... veja o caso do voo às seis da manhã da SATA de Lisboa para os Açores.
A somar a isso, se quiser melhorar o seu QI experimente questionar-se o que é serviço público de transportes e pergunte-se se existem outras formas de algum graciosense entrar ou sair da Graciosa sem ser a nado.

Anónimo disse...

Serviço público sustentável, é ter transportes aéreos adaptados ao volume de tráfego.

No PPD/PSD ninguém sabe o que isso é. Há que ter entendimento para perceber que as facilidades para uns, como se os aviões tivessem os horários da urbana das Manadas, significam mão na carteira a outros, que estão cada vez menos dispostos a pagar.

Anónimo disse...

Já ouvi vários comentários acerca desta matéria e em todos eles há um aspecto transversal - falta de bom senso. É ridículo pensar-se que a SATA irá elaborar um horário em função de cada graciosense ou de cada lobby partidário. Pedem vôos mais tarde para quê? Para chegar às 16h30 e o vôo cancelar devido à hora do crepúsculo? Peçam antes iluminação para a pista...

João Bruto da Costa disse...

O anónimo que fala em "serviço público sustentável" recomendo que procure a definição de serviço público.
Pode começar pela palavra "serviço" mas deve acabar na palavra "público"!
O anónimo que fala em lobbies e afins não deixa de ter razçao quanto aos cancelamentos por os voos serem mais tarde. Mas a sua razão assenta nos atrasos dos Voos, coisa que neste país ainda se considera normal, ou seja, ainda estamos num estágio de desenvolvimento que se acha "normal" chegar atrasado, e esse é que é um verdadeiro "atraso".
Fala em bom senso, mas pergunto eu se leu o meu requerimento? Não viu citações de um certo presidente do Governo que fala em aumento de frequência de voos?
Pois se todos reconhecem que os horários servem mal a ilha a que bom senso é que se refere?
Ou só há bom senso quando se fala de fora sem conhecer a realidade da tripla insularidade? Ou será que só se reconhece esse tipo de insularidade quando queremos mostrar que isto são nove ilhas e temos direito a mais dinheirinho?