expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

terça-feira, março 01, 2011

Todos os erros merecem correcção!

No passado ano de 2010, à beirinha de mais umas festas concelhias de Santa Cruz da Graciosa, a Praça Fontes Pereira de Melo, bem no centro da Vila, encontrava-se revolta em arranjos para montagem de umas esplanadas que com o decorrer do tempo, em especial do "mau" tempo, vieram provar que a sua utilidade se circunscreve ao período de verão.
A Praça de Santa Cruz vive, desde então, numa certa agonia estética com duas velas penduradas em vigorosos mastros ladeadas por quiosques fechados.
A ideia de fazer na Praça de Santa Cruz esplanadas com bar pode até ser uma ideia que venha a revelar-se boa para os períodos de bom tempo, mas a volumetria dos materiais usados e o design a que chamam "moderno" aguça a curiosidade de quem olha para aquelas realizações e se questiona sobre a bondade de semelhante investimento.
Certo é que, desde a inicial euforia em montar esplanadas na Praça e passado quase um ano sobre a apresentação de um projecto que repentinamente passou de 400 mil euros para 1 milhão e duzentos, nada mais se fez na Praça de Santa Cruz que se viu despida da sua anterior graciosidade para ostentar objectos de sumptuoso impacto visual.
Com a montagem de tais esplanadas a Câmara Municipal de Santa Cruz impôs a retirada das esplanadas dos cafés nos extremos da Praça que, mesmo em dias menos solarengos, acolhiam gentes que trocavam conversas e conviviam, dando vida e movimento ao centro da Vila.
O resultado das opções de quem ocupa cargos de natureza executiva e decide, mesmo contra a vontade popular, reflecte-se sempre no quotidiano das gentes e dos lugares.
Na Graciosa não é diferente, e a mudança operada nas rotinas existentes no centro de Santa Cruz levou a um certo adormecimento de uma parte do convívio que, dia e noite, motivava encontros e troca de ideias.
Passado este tempo talvez se pudesse pensar um pouco mais em como simples alterações de pequenas coisas não dispensam um olhar mais ponderado e um verdadeiro escrutínio das consequências.
Por outro lado, o assumir de erros é, além do mais, um verdadeiro sinal de inteligência e de demonstração de genuína vontade em servir a comunidade.
Já a teimosia e a vontade de se afirmar pela obstinação de ser titular do poder de decidir, mais não é do que um atestado de desligamento da nobre função de servir os seus concidadãos, procurando tomar todas as decisões, mesmo aquelas que se anulam entre si, para que todos beneficiem.
Quando o passar dos dias se encarrega de demonstrar que uma decisão deve ser alterada, o que esperamos é que haja coragem em agir, porque, no final, o benefício é de todos!

Publicado no Diário Insular e Rádio Graciosa

Sem comentários: