expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Live Webcam SPOTAZORES

Live Webcam SPOTAZORES
Santa Cruz da Graciosa

quarta-feira, agosto 22, 2012

"O Rei vai nu"

Foi preciso um Gordon e uns quantos meses de várias demonstrações de perturbação quanto à realidade economico-social, para o governo regional anunciar oficialmente que a república vai resgatar os Açores numa divída que vence e não há dinheiro para a pagar.
Meses e meses a fio a ouvir o vice-presidente do governo, responsável pelas finanças e, já agora, o "primeiro qualquer coisa" da campanha do PS para Outubro, a dizer que estávamos num oásis e que era o PSD sempre a lançar suspeitas, para agora se saber que foi preciso o governo de Passos Coelho vir em socorro dos Açores que não tinham 138 milhões para pagar uma dívida.

Há um nome que se chama a quem anda por aí a fazer-se grande, a dormir em suites e a viajar à grande, mas que não tem dinheiro para pagar as dívidas que fez para sustentar os seus comportamentos! Fica ao critério de cada um o nome para quem assim procede!

Há, porém, uma certeza no meio desta coisa do PS andar às voltas para chamar todos os nomes a uma coisa que é um resgate financeiro! Não querem que os Açorianos saibam a verdade! Dizem e prometem tudo para que não se saiba o desastre em casa de quem tem de cravar o vizinho para pagar a conta do banco, e depois anunciam desgraças com o fim do seu poder.

São muitos os que já foram abordados pela campanha de mentiras sobre a esperada vitória de Berta Cabral e do PSD nas eleições de Outubro, são mentirinhas, que rodam de boca em boca para intimidar! Já todos estão atentos mas é bom que se relembrem de outras campanhas, em que o lema era sempre o mesmo: "agora é que vai ser!" E ficou sempre para a próxima! No fundo, é como pedir dinheiro para pagar dinheiro emprestado. Não se fica mais rico nem com mais dívida, mas fica-se a perceber que não se conseguem cumprir compromissos assumidos e só o auxílio externo salva a honra do convento.

O PS Açores ainda teima em desresponsabilizar-se dos problemas e em desvalorizar a gravidade e o momento difícil de muitos desempregados e de muitos jovens que só precisam de uma oportunidade mas que os poderes do sistema de governo, de alguns socialistas dos Açores, acabam por recusar, ora por não terem já o ânimo nem as respostas, ora porque apenas se querem agarrar ao poder à custa de vender ilusões, contar umas mentirinhas, ou colocar uns cartazes de obras não executadas. É a chamada "renovação" de promessas, só que agora é à custa de um resgate de dívidas!

Na versão popular do conto "O Rei vai Nu", de Hans Christian Andersen, no final, o rei encolhe-se de vergonha. E nem consta que o reino se tivesse a afogar em divídas ou a ser resgatado.

Sem comentários: